quarta-feira, 21 de maio de 2008

* Pequenas dicas para se encontrar o GRANDE amor *

Não, absolutamente não. Não se encontra o amor. Ele te encontra. Te encontra absorto em devaneios, sonhos loucos, e sozinho.
Dentro de mim, antes dela, havia uma calmaria pontual. Como se os dias não passassem. Como uma eterna sensação de "déjà vu" morno, monótono tomasse conta de mim.
E eu, como esses rapazinhos afoitos que compõem a juventude, queria que algo surpreendente acontecesse. Mas isso apenas na teoria. Na prática eu não fazia que nada estrondoso acontecesse.
Mas preciso dizer pra vocês, nada aconteceu.
Dois anos e pouco esperei por uma grande revelação. Mas os deuses, os céus não contribuiram comigo. E eu continuei naquele jeito tépido de levar os dias.
Devo também confessar que achei que minha história seria assim: uma vida frouxa e ponto. Um cara bacana com um empreguinho meia-boca e com uma namorada só pra fazer constar nas listas de casamentos que viriam (não o meu e sim dos que me circundavam).
Mas o amor, como eu disse lá no início, um dia nos encontra.
E tu podes ter oitenta anos.
Ter seis anos.
Ser uma menina franzina.
Ser careca, ter uma barriguinha saliente e ainda assim o amor te encontrará.
E devo dizer que quando ocorre o cotejo com o amor, nem sempre aproveitamos a chance.
Às vezes se é velho demais.
Às vezes se é ocupado demais.
E até seco demais.
Mas quando o amor acontecer esqueças dessas vezes.
Tenhas coragem. O amor requer um bom punhado de coragem. Coragem para dizer "sim".
E sejas bonito. Não bonito através dos poros, e sim dentro do músculo escarlate pulsante.
Não esqueças de ser educado. As pessoas gostam de ser bem cuidadas.
Sejas fiel. Fidelidade não mata. Tu não perderás por não viver um casinho com aquela morena alta que mora no andar de cima do teu apartamento. Lembre-se que será a tua moça loira (ou leia-se: o teu grande amor) que irá segurar as pontas quando tudo der errado. A moça vistosa do andar de cima no primeiro problema abrirá a porta e sairá pelo mundo. Já o teu amor será o teu mundo.
Sejas atencioso. Cartões de amor serão bem-vindos. Atitudes amorosas ainda mais. Tu podes fazer uma concessão nessa tua impassibilidade toda e no meio da manhã ligar para ela e dizer: "Só liguei para ouvir a tua voz...".
Sejas criativo. Não precisas encher o nome dela em todos os outdoors que conheceres, no entanto podes dar a ela um cartazinho minúsculo onde os nomes de vocês dois estejam entrelaçados. E dizer que pensou nela. Ou não dizer. Após esse gesto ela saberá que teu pensamento mora no lar dela.
E finalmente, quando o amor chegar, não percas tempo. Sejas feliz já.
O amor me encontrou e desde então sei apenas ser uma tarde ensolarada no Gasômetro no meio de setembro.
PS: Ebaaaaaaaa, ebaaaaaaaaaaa... comemorações a caminho!!! :D

5 comentários:

Camila disse...

O aniversário é teu e quem recebe um belo presente somos nós, com tuas lindas e emocionantes palavras.

Obrigada por escrever tão bem assim. E feliz niver de novo. :)

Bjoks.

Teu amor disse...

Ah, amor, que lindo!
Sou uma pessoa abençoada por ter uma pessoa tão linda como tu ao meu lado.
Tu és tudo pra mim!
EBA, comemorações!!!!!! :)

TE AMO!

Paulo Samico disse...

Olha, eu não sei quando é seu aniversário, mas caso já tenha passado, espero que tenha sido perfeito. Caso não... Espero que sejas muito feliz no seu dia.
Cara... Você escreve muito bem e esse texto é praticamente feito pra mim e pra moça que eu amo. Obrigado por presentear a gente com esse seu belo dom da escrita! Espero ainda ver teu nome por aí fazendo sucesso, viu?
Pode parecer estranho dizer isso pra uma pessoa que você não conhece, mas da mesma maneira que eu quero que o amor que estou vivendo seja eterno, desejo igualmente pra ti! O mundo é tão pequeno e as pessoas boas estão em em falta. Justamente por isso não tenho vergonha de desejar o bem a quem não conheço, pelo contrário, me orgulho até disso!
Parabéns, parabéns mesmo! Saúde e tudo de bom. ;*

Sabrina disse...

Leitora assídua...

Sublime!

Bry disse...

Leitora assídua desse amor tão sublime...

Fã incondicional!