sexta-feira, 30 de maio de 2008


* Do pedido - parte VIII *

Senhor que faz a brisa, os movimentos suaves, as borboletas em tons de mosaico, as joaninhas fêmea, as joaninhas macho, as tardes recheadas de algodão-doce e poesia, ela, os sorrisos "branco-azulados" dos galãs de novela, os novelos de lã que o gatinho chamado Floquinho tanto gosta, os beijos do beija-flor, os hibiscos alaranjados, as alminhas puras das crianças, o coração feito de papel antes vazio agora preenchido de papel crepom lilás da marca "Amor", ela, o último vagão do trem em que a moça com um lencinho nas mãos para dar "atélogomeuquerido" vem, a primavera das pétalas tingidas de pequenos milagres, o outono das arvorezinhas peladas e sem pudor algum, as marias-sem-vergonha que fazem sombras para os gosmentos, lentos, desatentos caracóis se deliciarem, ela, a menina de outrora que imaginava que não teria um romance como aquele que atualmente vive, os trapezistas do circo com suas manias de brincar de pássaro, Paris, Porto Alegre, Encruzilhada do Sul, a minha tia que faz aquela geléia de morango maravilhosa, ela, as fotos em preto e branco que adornam as paredes da casa da velha senhora (e que fazem ela sentir-se menos sozinha), o pudim-de-leite que a menina loira tanto gosta, as cores do sertão, os docinhos (bem-casados) dados de lembrança no fim do casamento para lembrar como a vida é doce, as luvas roxas que esquentarão as pontas dos dedos de Sofia, os cataventos que "giramegiram", as cartas apaixonadas que nunca serão ridículas, ela, o carnaval de antigamente com seus blocos de pierrôs e colombinas, os campos de girassóis, a saudade ... por favor, diz para ela se casar logo comigo!

PS: Casando dentro do coração... ; )

2 comentários:

Estefanie Fernandes Simões disse...

Se servir, eu posso ficar na torcida =)

QUE texto mais lindo!

Teu amor disse...

Amormeuzinho,

Nós já somos. Nesta e nas outras vidas. :)

TE AMO MUITO!