sexta-feira, 31 de outubro de 2008


Da série postagens antigas - parte XIII - texto do dia 10/11/2006.



* Para o final do dia *

Eu queria agora sentar ao teu lado.
Repousaria minha mão esquerda sobre a tua perna direita (e seria feliz).
Falaria sobre os sonhos bons
(sonhos de rosas vermelhas e toques de canela que nem num momento triste desapareceriam).
Te contornaria o lábio com minhas vontades (não mais adormecidas).
Te teria inteira, ao meu lado se eu agora estivesse sentado ao teu lado.
Quando te beijo, creio em Deus.
Creio nos campos de girassóis perfumados.
Creio no pra sempre.
Creio em dias ensolarados e em toda a purpurina existente para colorir uma tatuagem que ainda não tenho
(e é teu nome que levo no coração).

4 comentários:

Sara disse...

Porque é no final do dia que o meu menino bonito de olhos verdes chega bem perto, me acaricia, pergunta como foi o meu dia, massageia meus pés e costas, passa a mão pelos cachos vermelhos, olha para mim e sorri.
Beijos, Natália. E bom começo de dia, meio de dia e final de dia.

lais disse...

ei, gostei mto dos contos!
achei seu blog pelo seu perfil estou em alguma comunidades sua!
passa la no meu qndo der
www.mundodelais.zip.net

Jéssica Aline Ferreira. disse...

visitei :)

tia xuxu disse...

Quando te beijo, creio em Deus.
Creio nos campos de girassóis perfumados.
Creio no pra sempre.


Hummm, dèja vu.Como era bom sentir assim.

Beijoks!