quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Da série postagens antigas - parte XI - texto do dia 06/11/2006


* Na cafeteria *

Sobre a mesa, uma pasta, uma bolsa, um guarda-chuva preto (e um céu que não queria chover), adoçante, açúcar (esqueceste de pedir o mascavo), sorrisos largos, uma bandeja "suicida", uma fatia gigantesca de torta (que tu juraste que não comeria inteira), um café com leite, um expresso duplo, pequenos goles, grandes planos.E quatro mãos que matavam a saudade.
- Um dia, casa comigo?
- Caso.

PS: Porque de vez em quando a poesia não está nas linhas, entrelinhas, reticências, letras do Djavan, na voz da Marisa. De vez em quando a poesia habita dois corações. E apenas dois corações sabem do que são capazes.

PS do dia de hoje: E venho casando contigo todos os dias da minha vida. : )

5 comentários:

Estefanie Fernandes disse...

Acho que esse deveria ser o nome do livro ;)

Sara disse...

Desse eu lembro e adoro cada palavra...
Esse tem um significado grande pra mim, amo (re)ler esse texto!
Ame sempre. Inspire sempre. Reinvente-se sempre.
Beijos, Natália.

R.Vinicius disse...

Que bonito! =) Eu adorei! Abraço, até breve,

R.Vinicius

Daniely Albuquerque disse...

Palavras lindas, transcreves aquilo que só um coração cheio de amor sabe sentir! Parabéns!

Dayne Dantas disse...

Esse texto é muito lindo.
Parabéns ;)