quinta-feira, 29 de novembro de 2007


* Sobre o amor, borboletas fugidias e sonhos... *

A "menina flor" então pergunta pro menino:
- Com o que tu sonhas mesmo?
Ele coloca a mão no queixo
(nesse momento em nada pensa, quer tomar ela nos braços e passar a noite assim...).
Depois de alguns minutos pensando, diz:
- Ser advogado, passar num concurso, ser gremista para sempre, ter a felicidade toda do mundo, sorrir, desenhar uma borboleta gigantesca na parede do quarto de nossa filha, levar o nosso filho para ver o pôr-do-sol do Gasômetro, ter uma grana bacana, comprar uma casinha na praia no final da vida, um quarto cheirando a almíscar, um lençol que tenha bordado nossas iniciais nele, a televisão desligada, as cortinas semi-cerradas e tu nua na cama. Ser o amor da tua vida. Tudo isso. Não necessariamente nessa ordem.
...
Ela diz:
- Por isso e pro outras que te amo cada vez mais.

PS: Um ano, um mês e alguns dias de poesia.

6 comentários:

Estefanie disse...

Uma amiga minha me apresentou o blog e seus textos, e caraca, você escreve muito bem.

E toda vez à noite eu fico esperando, como se o tempo que eu fico aqui na página aberta, fosse fazer outro texto surgir.

Parabéns, quando publicar o primeiro livro, com certeza eu comprarei.

Teu amor disse...

Daqui a pouco serão 10 anos e alguns dias de poesia. E de MUITO AMOR! TE AMO! Um beijo.

Sara disse...

Natália...
Parabéns pelos textos! Faço parte de algumas comunidades tuas no orkut e adoro tudo o que escreve...
Parabéns! Quando sair teu livro, eu compro. Com certeza...
Um abraço, felicidades, bons sonhos e muitas poesias...
http://sarafc.zip.net

encantada disse...

(li
chorei
suspirei
sorri
liguei
li novamente,agora pra ela)

ps. um dia quem sabe eu te conto a importância que a tua poesia tem na minha vida. um cheiro, de almíscar,rs.

Mila(guaíba) disse...

Oi Natália....
Não tinha entrado ainda nesse blog... na verdade, não tenho o costume de ler blogs. E estava lendo e esperando um texto pra 'comentar'... e achei.
Ai guria...quase chorei. Sério. Lindo é pouco. Sempre vai ser. E o que posso te diser? Parabéns e que Papai do Céu mantenha o amor de vcs do jeitinho que é.
Já sou tua fã (de vcs tbm).

Beijinhos.

Murillo disse...

;)