segunda-feira, 12 de novembro de 2007


* Anis estrelado *

Então fica aqui determinado.
Tu serás para sempre a destinária das minhas cartas de amor.
És pra ti, minha menina de sonhos e doces segredos, que a minha poesia será constantemente declamada.
Porque antes de apareceres eu era um moço cinza, cabisbaixo, chato, inoportuno e triste.
Agora tenho toda a felicidade do mundo (quando estou contigo), segurando as tuas duas mãos.
Como não te amar se quando vimos pela primeira vez a propaganda daquela companhia aérea em que aparecem dezenhas de crianças tu encheste os olhos com lágrima imaginando nossos futuros filhos no mesmo momento que eu?
Como não te amar se tens cheiro (perfumado) de anis estrelado?

PS: Aia, aia, aia e lá vem a praia. :D
PSII: Porque as minhas rimas estão cada vez melhores.

Um comentário:

Teu amor disse...

Anis estrelado é bem mais bonito que ovo duro :-)
Imagina que lindo nossas crianças correndo pros nossos braços...
A gente ainda vai ter tudo isso sim, amor. Te amo pra sempre, tá?
Tu és meu tudinho.
Beijo.