terça-feira, 16 de dezembro de 2008


* De todos os sonhos do mundo, tu és o mais bonito *

Pra dizer a verdade logo no início eu imaginei que seria de passagem.
Eu deveria ter confessado que não esperava nada mais que um beijo,
um abraço estreito,
um sorriso miúdo
e uma dose de coragem.
Só isso eu esperava que tu viesses a me oferecer.
Mas como o destino está sendo constantemente bordado, enfeitado, refeito posso te dizer.
Quando me entregaste os sentimentos de estrelas eu pude entender.
Eu acordo no meio da madrugada e procuro as tuas mãos, e trago elas pra perto das minhas, olho o relógio e fico torcendo que eu ainda tenha umas cinco horas pelo menos ao teu lado. Mas os ponteiros quase sempre me decepcionam.
E se antes eu procurava um caminho, descobri esse ao teu lado, ligado, unido (todas as vezes).
Querida, amar não é verbo.
Amar é sonho concretizado dos meus olhos castanhos que finalmente encontrarem os olhos verdes teus.

Um comentário:

Estefanie Fernandes disse...

Perfeito! O.O

Lindo demais *-*