sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Da série: postagens antigas - parte III - texto do dia 18/10/2006


* Das pequenas entregas *

E na quarta-feira o dia acordou nublado, rabugento, melancólico e até mesmo triste.
Mas seu peito estava em brasa, seus olhos estavam embrigados de amor e nem um dia tedioso como aquele conseguiria calar o sorriso.
Tinha a íris caramelo colorida por um tom de um verde intercalado de pequenos risquinhos furtacor.
Colheria incansavelmente todos os sinais (talvez emanados do universo) que poderiam existir . Pra ter a certeza que seriam felizes.
Ele pediria à Deus pra viver um bocado a mais, pra aproveitar aquela poesia constante dos braços brancos dela.
E ela já não sonharia com sonhos desencontrados.
Reclinaria a sua cabeça e apoiaria no ombro dele.
(e veria assim como ele o céu azul naquela quarta-feira cinza...).
PS: Final de semana!!!

2 comentários:

Lidi disse...

Nossa, que lindo!
Sua escrita é gostosa, os olhos "escorregam" sem vontade de parar de ler. Isso é um dom, parabéns!

Bruninha disse...

gostei do teu blog.. passarei mais vezes por aqui.
vê se aparece lá no meu..
bjo.