segunda-feira, 4 de agosto de 2008

* Serenata para teus bonitos olhos verdes *

O meu azul desbotado, quietinho, morno encheste de esperança.
Não daquelas esperanças que povoam o sonho de toda a gente, porque não és como toda a gente.
És a escolhida pra mim (mesmo que nem todos possam ainda saber).
Antes eu procurava num mundo sombrio respostas para essa saudade já latente (de ti) que morava no meu peito. Eu era melancólico e chato.
Então vieste com tuas várias cores, teus sete sorrisos, tuas trinta e seis maneiras de dizer o meu nome e eu me entreguei. Agora alimento um pouco da minha melancolia quando fico horas sem te ver.
O meu azul então não se tornou apenas sombra para o que é pra ser vivido agora.
No buquê de gérberas vermelhas que um dia te entreguei ficou também o meu sim para a promessa feita.
(e vamos seguindo, os dois, para um pra sempre feliz).
Porque somos flor, porque somos amor.
PS: Mais uma semana, e logo mais um aniversário sendo comemorado.
PSII: Te amo. Saibas disso sempre. ; )

5 comentários:

DOG disse...

Então tá combinado... vamos deixar as coisas chatas para trás, amor.
Eu quero viver contigo só as coisas maravilhosas do nosso amor.
Te amo e tu és tudinho pra mim.
Um beijo, PRA SEMPRE!!!
Do teu cachorrinho. :)

Cynthia Menezes disse...

os textos são de sua autoria?
vc escreve mto bem...parabéns!
,,
*

Layz disse...

ADORO seu blog, você escreve bem demais.

Cada palavra dita, cada combinação deixa nós, leitores, arrepiados.
:O

Parabéns, de verdade!

www.layzcostta.blogspot.com

Anônimo disse...

lia sempre seu outro blog, e de repente ele parou de funcionar.
depois de muito procura, achei esse novo, e fiquei muito feliz.
parabéns por fazer nossos olhos brilharem de emoção, ao ler cada palavra cheia de sentimento!
marina

Babi disse...

Cada palavrinha a gente sente cheia de carinho, amor e verdade. Tão raro encontrar sentimentos e sentidos assim atualmente. Repito: Sejam felizes, quando há amor verdadeiro há, com certeza, olhos brilhando e coração em paz!
Beijos!