quarta-feira, 16 de abril de 2008


* Para o futuro... *

Não sei bem precisar quando foi. Sabes como eu sou meio aéreo quanto ao tempo, às horas.
Sei perfeitamente descrever o que ocorreu tin tin por tin tin, mas por favor não me pergunte o que os ponteiros marcavam no relógio, se havia ou não sol ainda no céu.
Sei que foi numa dessas horas que eram pra passar voando e por um motivo (mesmo que bobo) passam arrastadas e quando terminam a gente fica pensando: "Quem dera fosse sempre assim".
Lembrei!
Quero dizer, lembrei em parte. E deveria ser noite. Disso eu recordo alguns flashes.
Estávamos os dois escovando os dentes.
Eu deixei que tu ficasses de frente do espelho. Eu procurei um cantinho à tua direita e por aquela pequena brecha te via no reflexo.
Tu falaste (sim, porque nós temos aquela velha mania feia de falarmos com a escova de dente na boca) algo assim:
- Esse frio tem acabado com a minha pele.
(...e eu juro que não vejo poro algum teu que esteja ressecado, mas ainda assim fiz questão de apertar os olhos e te olhar mais de perto ainda. E só consegui ver o quanto tu és bonita).
E eu falei algo como:
- Passa um creme nos lábios, amor. Isso não ocorrerá mais.
Tu ainda não satisfeita, tornou a olhar no espelho, dessa vez mais pausadamente e disse:
- Estou ficando velha.
Eu me desliguei por um momento.
Pensei nesse um ano e meio ao teu lado.
Te imaginei com 70 e poucos anos ao meu lado.
Me imaginei com 71 (sim, porque como tu falas eu sou um pouco mais velho que tu, mas ainda assim um "coroa enxuto").
Então saiu de mim a seguinte frase:
- Não, amor. Estás ficando mais bonita.
E tu me olhaste, com aqueles dois sinaladores verdes gritantes que traz no rosto, sorrindo.

PS: Porque eu tenho um AMOR PRA VIDA TODA. ; )

3 comentários:

Estefanie disse...

Por mais desacreditada que eu esteja, volto a acreditar instantâneamente no amor quando leio teu blog.

Beijo e que continuem lindos assim!


Ps.: Viva aos bichos que voam o/

Anônimo disse...

E eu... um dia ainda encontro!

Lindo como sempre flor!

Amo vocês

Teu Amor disse...

Oi, amor.

Lembro-me bem deste dia.
Que venha a velhice então! :)
Porque nós estaremos juntos por todo o tempo.

Um beijo, TE AMO!