terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

* Sobre os girassóis de Encruzilhada e ela *

Pequeno diálogo no final da tarde, ela segura a mão esquerda dele e balbucia (ou suspira) uma frase mais ou menos assim:
- Amor, quero viver ao menos até ter 52 anos.
Ele como sempre aéreo deixa por um instante de voar no mundo furtacor criado pelos dois e pergunta ressabiado:
- E por que tu falas isso?
- Porque daí terei vivido mais que a metade da minha vida ao teu lado.


PS: Para os que ainda não sabem, eles completaram um ano e quatro meses há alguns dias e continuam com os mesmos sorrisos escancarados do "início do início".

8 comentários:

Proud Mary disse...

Eu sou testemunha desses sorrisos escancarados que continuam os mesmos do 'início do início', e que continuam encantando a todas as pessoas próximas!!

Parabéns!!!
Tenha certeza de que o amor de vocês inspira muita gente, além de mim!!

ps: e é por essas e outras que eu sou a Madrinha!!!!!!!!!! ihihi
Beijão

Sara disse...

Gosto muito de tudo o que vc escreve. Do jeito que brinca com as palavras e da maneira singela e sentida com que se mostra eternamente apaixonada...
Um abraço,
Sara,

Anônimo disse...

Natalia, tudo certo?

POxa, adorei seus textos e poesias... Vc manda muito bem...

Tem jeito de fazer um favor pra mim? Me manda o texto "Do sentimento verdadeiro"

Meu e-mail é : bruno_damiao2@hotmail.com

Valeu, Beijos

ii.salvador disse...

Natalia..eh simplesmente lindo e emocionante o seu blog,n tem como deixar de comentar!!

PARABENS por tocar as pessoas assim..

Heloá disse...

Que blog mais lindo! ^^
Adorei esse lugar...
Parabéns mesmo!
=D

M. disse...

Acho muito lindo seu espaço!

parabéns!

felinea disse...

encontrei teu blog por acaso, como por acaso se encontram todas as coisas bonitas da vida.

parabéns. lindas e doces todas as tuas palavras. adorei teu blog! :))

têimes disse...

olá, seu blog está sempre bonito. aqui, é possível lembrar que o mundo pode ser muito mais do que simplesmente o que dizem, pode ser tudo, pode ser o que quiser que seja. é bom saber que existem pessoas felizes, melhor ainda, é saber que a felicidade está ao alcance de todos! parabéns pelas doces poesias. são encantadoras!